Blog
PANTERA NEGRA – Felinos no Cárcere | Fotos do Mundo Animal
25th Aug 2011Posted in: Blog, Felinos, Pantera-Negra, Portfolio 6

PANTERA NEGRA – Felinos no Cárcere | Fotos do Mundo Animal

Pantera Negra, Onça ou Jaguar - Felinos no Cárcere - Foto 1009

Jaguar | Pantera Negra | Onça
[Panthera onca]

Pantera Negra, Onça ou Jaguar - Felinos no Cárcere - Foto 2900

Com a série de fotos da pantera negra cresce a colecção:

- Toque de Midas -

Uma colecção de fotos dedicada à acção do Homem sobre a Natureza constitui por si só um legado (um triste legado) às gerações vindouras. Não servem estas fotografias de animais selvagens o propósito de carpir em lágrimas o que está feito e não pode ser desfeito. Não se trata, tão pouco, de dramatizar o que já é por demais evidente para “todos”: que a natureza, no seu todo, está em falência, e que esta falência é representada ou materializada na extinção em massa das espécies. As fotografias desta série, visam, acima de tudo, um assumir pessoal e individual da culpa, e a sensibilização dos demais para a causa da conservação, preservação e protecção das espécies animais selvagens mais ameaçadas. Todos temos culpa!

Pantera Negra, Onça ou Jaguar - Felinos no Cárcere - Foto 3333

De Animal para Animal – Duetos da Morte

Não deixa de ser uma contradição e uma tremenda injustiça que os animais selvagens mais belos e exóticos, como esta pantera negra, possam estar agora ameaçados de extinção (criticamente ameaçados). Pelo fascínio que sempre exerceram sobre nós, já foram venerados como deuses. Adorados por muitos. Símbolo de poder, de força e virilidade, eram retratados desde a antiguidade como criações do divino. Hoje em dia ainda os podemos ver por toda a parte: como marcas de calçado, na industria automóvel, em clubes e associações desportivas, e um sem número de transposições da natureza para as nossas vidas… Continuamo-nos a alimentar da sua mística e em simultâneo a dizimá-los ,sem qualquer dó nem piedade.

Pantera Negra, Onça ou Jaguar - Felinos no Cárcere - Foto 4092

Tempos de Mudança – Naturezas do Mundo Animal

O tempo urge e a necessidade impera!… Ainda que uma certa visão egoista, mesquinha, pequenina, possa estar, agora, em relevo no seio de nós, e sem mais argumentos, o que se pode afirmar é que a nossa própria existência está ameaçada face à extinção das espécies. Salvar o planeta é salvarmo-nos a nós mesmos e àqueles que estão por vir. As relações de equilíbrio foram abaladas e não nos resta muito tempo para que possamos reverter alguns dos processos que pusemos em marcha. Todos os pequenos gestos, destes muitos, que já somos, assumem proporções verdadeiramente surpreendentes. Surpreenda-se! Surpreenda-nos. Gesto a gesto, o mais simples dos gestos:

1. NÃO participar, promover ou incentivar a compra de artigos de proveniência (directa ou indirecta) animal*. Nestes incluem-se os artigos de luxo, a exemplo dos casacos de peles, malas, sapatos e outros que tais. Mas também vemos aqui incluídas outras categorias de artigos como as mezinhas com supostos poderes curativos, regenerativos e tonificadores. Neste capítulo vemos a vida selvagem ser morta por um punhado de ossos, peles e cartilagens e outras partes pudibundas.

2. NÃO participar, promover ou incentivar espectáculos com animais que contribuam para o seu sofrimento. O cárcere dos animais selvagens para nosso divertimento já deveria ser coisa do passado. Doentes, molestados, perdidos e desconsiderados, alguns dos animais sofrem horrores às mãos de gente sem escrúpulos. Há que separar o trigo do joio! – Dir-me-ão. Certo! Mas que os há, há: circos menores, feiras menores, faiena menores… Espectáculos degradantes de animais drogados, bêbados e desesperados.

3. NÃO participar, promover ou incentivar a compra de bens provenientes de zonas de reserva ou protecção da natureza. Com este enquadramento estamos obviamente a falar das madeiras (nobres ou não) usadas no mobiliário e construção, mas também nas plantas exóticas dessas outras paragens. Sendo o  abate desenfreado de árvores (visando o lucro fácil e imediato) uma das principais causas do desaparecimento das espécies animais endógenas dos habitats naturais em causa,  devemo-nos certificar, sempre que possível, da origem da matéria prima e recusar a aquisição. Cessar a procura, num mundo desenhado à imagem da moeda (e não o contrário), é talvez o meio mais eficiente de pôr termo a esta sangria.

4. NÃO participar, promover ou incentivar a compra de animais selvagens para companhia doméstica. Os animais selvagens não são boa companhia. O melhor amigo do homem é o cão. -Verdade antiga! Mas com o passar dos tempos já vimos a lista de animais domésticos engrossar de sobre maneira. Mas cuidado! Répteis e anfíbios, felinos, primatas, só para citar alguns dos grandes grupos, não são animais domésticos. Não são animais de companhia. O risco para a família que os acolhe é real e preocupante. Como preocupantes são os relatos de episódios menos felizes. Se os animais domésticos se podem revelar, em determinadas condições, imprevisíveis, o que dizer dos animais selvagens… A outra face deste tópico é de mais simples entendimento. Não será possível garantir a multiplicação dos números de animais selvagens em liberdade, se cada um de nós, na sua casinha, tiver, só que seja, um exemplar. Não pactue com esta realidade. Seja responsável. Animais selvagens, em casa, são criaturas tristes! Sofrem de depressões profundas ou de outras formas de loucura, sem tratamento. O único resultado previsível é uma morte lenta e dolorosa.

5. NÃO participar, promover ou incentivar a actos de violência contra os animais. Estava tentado a ir mais longe… e vou… Não ceda à violência. Esta, só gera mais violência. É um princípio universal sobejamente citado. Lugar comum. Frase feita. Clichê. No entanto, por si só, traduz uma clareza de espírito, elevação e compreensão profundas do todo. Não se deixe enganar, porque é maior o acto de coragem de quem lhe resiste do que daquele que lhe dá uma oportunidade. Faça-se Grande. Maior que o mundo. Não ceda! Toda a criatura viva tem um lugar e desempenha um papel insubstituivel no eco-sistema do qual faz parte. O impacto das nossas acções, hoje, aqui, e agora, pode propagar-se por tempo indefinido, percorrer léguas de distância, dar a volta ao mundo, e no final… No final, afectar-nos directamente a nós próprios. Primeiro somos animais. Também somos parte da vida e dos eco-sistemas e deles dependemos para sobrevivermos.

Pantera Negra, Onça ou Jaguar - Felinos no Cárcere - Foto 5110

Zoos, Parques Temáticos com Animais Selvagens, Reservas Naturais, Instituições para a Protecção da Natureza
- Tempo do Sim -

Com tanto “NÃO”, vamos dar uma oportunidade ao “SIM”. Como pode ajudar a melhorar o mundo? O que pode fazer (ainda que com uma limitada esfera de influência)? Contribua com a sua visita a Jardins Zoológicos, outros parques temáticos similares, reservas naturais e áreas protegidas. Faça-se sócio. Patrocine um animal. Faça um donativo. Ou simplesmente divulgue a sua existência e o seu nobre propósito. Estas instituições, constituem, agora, o último reduto da vida selvagem. A última linha de defesa contra a extinção das espécies. Na sua visita, envolva-se e envolva outros, nomeadamente os mais novos, em actividades que os levem a uma maior compreensão, um melhor entendimento, do mundo que nos rodeia e dos desafios que a natureza enfrenta. Aproveite para registar, documentar e divulgar a sua experiência, para que outros o sigam. Lidere pelo exemplo! Na visita a zoo’s e outros parques do género, não aborreça os animais! Não lhes dê de comer! Não necessita de nenhum destes estratagemas para ganhar a confiança dos animais e conseguir com isso algum tipo de interacção. Mantenha-se calmo e tranquilo e deixe que a curiosidade natural dos animais faça o resto. Só é necessário um pouco mais de paciência, mas surpreender-se-à com os resultados. Procure respeitar as distâncias e não ser intrusivo (abelhudo). Procure deixar o local da visita, pelo menos, como o encontrou, se não melhor. Bem haja, pela sua contribuição. A Natureza agradece. Eu agradeço.

Pantera Negra, Onça ou Jaguar - Felinos no Cárcere - Foto 6883

Este artigo intitulado “Pantera Negra – Felinos no Cárcere | Fotos do Mundo Animal” serviu de pretexto para uma dissertação, que espero não tenha sido demasiado chata ou comprida, e visa o despertar das consciências para a causa animal. Em simultâneo, aproveito esta oportunidade para adicionar mais algumas fotos à colecção pessoal de fotografias sob o tema “Toque de Midas” (A acção do Homem sobre a Natureza).

Se este artigo lhe pareceu útil, por favor, divulgue-o. Todos os comentários e críticas são bem vindos.

________
AlfonsoPaz,
Fotografia Animal e a Preservação, Protecção e Conservação da Natureza- Uma modesta contribuição
[Animais Fotos | Mundo Animal | Animais Selvagens]
Acesso ao portfolio de fotos de felinos no AnimaiFotos Poderá aceder ao Portfolio de FELINOS no Animais Fotos através da imagem à esquerda

1. Cada uma das imagens em thumbnail, pode ser visualizada em tamanho grande, foto a foto, ou em modo slideshow.

2. A referência por debaixo das fotos, permite aceder a conteúdos integrais de cada Post (mais fotografias, textos e imagens).

 

6 Responses

  1. charlesnetto says:

    Suas Fotos em Post como foram editadas são incríveis realmente, de formas iguais a estas não tinha ainda visto que cativam quem lhes observa, e por ter gostado também favoritei e irei divulgar em redes sociais disponíveis, ok!

    • Charles,

      Grato pela visita e comentários. Grato de sobre maneira pela divulgação.

      Relativamente às fotos, estas, não sofreram qualquer edição. Foram fotos feitas no zoo de Lisboa e a distância até às redes é agora maior não permitindo de modo algum fazer desaparecer as redes quando o animal está tão próximo. Ainda assim o que me atraiu nestas fotografias foi precisamente a possibilidade de construir um puzzle de fotos de sentimento da pantera negra em cativeiro. Poderia até ter considerado edita-las, em alguns casos é útil fazer pequenas correcções de luz, cor ou um qualquer elemento que ficou menos bem, mas estas queria-as cruas, bem cruas. Ligava melhor com a mensagem que pretendia passar… Escolhas…

      Um abraço,
      Bem Haja,
      ____
      APaz

  2. Maravilhoso seu TRABALHO!
    Sem palavras! Não sei se poderia, mas divulguei as fotos e seu site. Agradeço
    Liana Utinguassú

    • Vicky,

      Grato pela visita e comentário.
      Coloquei este conjunto de fotos de forma um pouco “egoísta” (talvez seja uma expressão demasiado forte…mas enfim). Dizem-me muito e são-me muito queridas. Não alimentei grandes esperanças de serem das mais vistas, muito menos das mais comentadas. No entanto, tenho vindo a ser surpreendido por manifestações como a da Vicky. É nesta altura que a partilha ganha verdadeiro significado e se consuma.

      Bem Haja,
      APaz

Deixe um Comentário

Leave a Reply

Valid XHTML 1.0 Strict CSS válido!